Projeções são reavaliadas diariamente e dependem, entre outras coisas, do isolamento social. Nesta segunda-feira (4), Carlos Eduardo Amaral afirmou qu

Pico da pandemia de coronavírus em MG deve ser no dia 6 de junho, diz secretário de Saúde

pico da pandemia de coronavírus em Minas Gerais deve ser o dia 6 de junho, como informou o secretário de estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, em resposta ao G1 durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (4). As projeções levam em conta os últimos dados da pasta e são reavaliadas diariamente.

"O ideal seria que não tivéssemos pico. Toda vez que falamos de picos, falamos de sobrecarga, de aumento de demanda da capacidade assistencial. De uma forma geral, com as medidas de distanciamento e uso de máscaras, queremos ir, progressivamente, distanciando o pico. Mantendo o que estamos orientando, queremos que o pico seja o menor possível e que se alongue no tempo", disse Amaral.

Como os dados são dinâmicos, a data deste pico também é. No começo de abril, a previsão era de um pico no final daquele mês. Já no dia 16 de abril, a expectativa havia passado para o o fim de maio. No dia 22 de abril, a projeção era o dia 3 de junho.

Esse pico, até então adiado, pode ser antecipado caso haja uma redução no isolamento social. Segundo o secretário de Saúde, durante o feriado prolongado as pessoas ficaram mais em casa do que nos dias da semana.
A importância do isolamento social foi reforçada pelo secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral. "Eu, particularmente, tenho pais idosos que podem vir a óbito caso relaxarmos em relação ao enfrentamento da Covid-19. Cabe ao estado ser um orientador nessas medidas de prevenção. E nós devemos manter as medidas que conseguem estabelecer a segurança para cada um de nós", completou Cabral.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nesta manhã, Minas Gerais tem 90 mortes pela doença. O número de casos confirmados de coronavírus passa de 2,3 mil.

Outras Notícias

Benefício bem suado: saques em espécie do auxílio emergencial voltam a lotar agências na capital

O saque em dinheiro da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, para quem tem a poupança digital da Caixa, ...

Mulheres vítimas de violência doméstica podem denunciar agressores por aplicativo Luciano Dias @jornlucianodias 28/04/2020 - 10h04 - Atualizado 10h34 Compartilhe As mineiras vítimas de violência domé

As mineiras vítimas de violência doméstica ganharam mais um canal para denunciar o crime. O aplicativo MG Mulher, rec...

Cartórios de Minas registram 143 mortes 'possíveis' de Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgou, nesta terça-feira (28), que foram confirmadas 71 mortes de pacient...

Minas registra mais de 56 mil casos de dengue em 2020

Em meio à pandemia do novo cornavírus, a dengue ainda é uma preocupação. De acordo com o balanço da Secretaria Estadu...